sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Ecologia e Ideologia 6:


O Movimento Ambientalista Latino-Americano que vem se desenvolvendo a partir de 1980 defende não apenas os valores ecológicos de conteúdo universal (harmonia do ser humano com a Natureza, valorização dos diversos ecossistemas e da vida), mas vai além e possui uma preocupação ética, além de vincular os problemas sociais e ambientais(1). A defesa de uma Ecologia social e, consequentemente de uma educação nova que tenha um enfoque ecológico social (2) representa um passo à frente e serve de base à formação de uma verdadeira ideologia latino-americana que se contraporia às ideologias do Primeiro Mundo. A Confereência da ONU sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (ECO-92) que foi realizada no Rio de Janeiro em junho de 1992 mostrou claramente as profundas divergências entre as nações pobres e ricas e, o quanto o tema da ecologia, pode estar carregado de Ideologia. Embora estivesse grande adesão de governos [185] e a participação de mais chefes de Estado [131] de que em qualquer outro encontro internacional anterior e, apesar de terem sido debatido temas importantes e variados como a poluição, a mudança de clima (3), a pobreza, o meio ambiente, a fome, a enfermidade, o analfabetismo e a preocupante deterioração dos ecosistemas, as conclusões do Programa 21 que foi aprovado e que mostrava a necessidade de cooperação de todos os países (4), não foram inteiramente aceitas pelos países desenvolvidos. O problema da biodiversidade e o direito dos países subdesenvolvidos de conseguirem um reconhecimento mundial e um ressarcimento financeiro pela utilização por parte dos países ricos de seus recusrsos de grande importância medicinal, encontraram forte oposição por parte dos Estados Unidos, embora aqui estivesse presente o então senador e atual vice-presidente Al Gore, que possui preocupações ecológicas. ______________________________________________________
  1. E. GUDYNAS - "O Movimento Ambientalista Latino-Americano: múltiplas sementes de mudança" in REB, 52 (205): 45-63, março 1992.
  2. Cf. Cecília VON SANDEN - "Uma perspectiva da Educação da Educação em Ecologia Social" in REB, 52 (205): 75-83, março 1992. pp. 78-82; Ellen Regina Mayhé NUNES - "Educação ambiental:princípios e objetivos" in Revista de Educação AEC. Brasília, 17 (68): 19-28, abr.- jun. 1988; A. LAGO e J.A. Pádua - O que é Ecologia. São Paulo, Brasiliense, 1984.
  3. Geoffrey BARRACLOUGH e Geoffrey PARKER (org) - Atlas da história do Mundo. p.295.
  4. Geoffrey Parker - Atlas da História Universal, p.305.

AMAZÕNIA PARA SEMPRE:

video